Revista Brotéria

  

Fevereiro de 2019 Volume 188

 Descarregar PDF Voltar


1  EDITORIAL: Jornadas Mundiais da Juventude 2022 -num tempo de muros e brexits
António Júlio TRIGUEIROS SJ
2  Deus é salaam - e os passos para lá chegar – Sobre a Declaração A Fraternidade Humana em prol da paz humana e da convivência comum
Rui Miguel FERNANDES SJ
3  Cuidados de Saúde Primários: A Pessoa antes da doença
Pedro Leite ALVES
4  As leis das Propinas em Portugal
Ricardo MORGADO
5  Ecos do Pensamento Político do P. Manuel Antunes
Margarida AMOEDO
6  Moçambique: Guerra, Paz e Legitimidade
Teresa Nogueira PINTO
7  O Cisma na Ucrânia
Luís Filipe THOMAZ
8  A Monarquia do Norte (1919): um ensaio retrato
Nuno RESENDE
9  Luciano, o Hermeneuta
Pedro FRANCO

Revista Brotéria

Conselho de Direcção e de Redacção

Contacto António Júlio Trigueiros, SJ
Director
Contacto
Contacto António Vaz Pinto, SJ

Contacto
Contacto Vasco Pinto de Magalhães, SJ

Contacto
Contacto Francisco Sassetti Mota, SJ

Contacto

Conselho de Redacção

Contacto Carlos Capucho

Contacto
Contacto Carlos Maria Bobone

Contacto
Contacto Francisco Malta Romeiras

Contacto
Contacto Francisco Sarsfield Cabral

Contacto
Contacto Guilherme d'Oliveira Martins

Contacto
Contacto Henrique Leitão

Contacto
Contacto Joaquim Sapinho

Contacto
Contacto Manuel Braga da Cruz

Contacto
Contacto Margarida Neto

Contacto
Contacto Miguel Corrêa Monteiro

Contacto

Índice Julho 2019

 Descarregar PDF

JULHO 2019 - Seres humanos, animais ou natureza?

O recente protagonismo político de um pequeno partido em Portugal, o PAN (Pessoas- Animais-Natureza), colocou no centro do debate público a adesão do eleitorado, sobretudo do mais jovem, às causas ecologistas.

Ler artigo

MAIO/JUNHO 2019 - Editorial: Agustina, um inédito

Desde 1955 que a obra da escritora Agustina Bessa-Luís, que nos deixou no passado dia 3 de junho, foi alvo da atenção dos principais críticos literários da Brotéria: Manuel Antunes, João Mendes, João Maia, José Alves Pires, Francisco Pires Lopes. 

Ler artigo

ABRIL 2019 - (In)compatibilidade do Islão e Democracia

O interesse por este tema surgiu pela leitura de uma obra muito interessante de Amartya Sen, intitulada «Identidade e Violência» , onde o autor faz uma critica à nossa visão do mundo  e à caracterização dos «outros» (os Ocidentais sobre os Muçulmanos e os Muçulmanos face aos Ocidentais) reduzida a apenas uma identidade, ou seja, caracterizam a sociedade e os seus cidadãos numa base identitária unidimensional -  a religiosa – esquecendo outras identidades importantes como a profissão, a familiar, a social, a moral, a política, entre outras. 

Ler artigo

You are here: Página Inicial