Revista Brotéria

  

Outubro de 2016 Volume 183

Voltar


1  Contra ventos e marés
António Vaz PINTO SJ
2  Discurso do Papa Francisco à Congregação Geral da Companhia de Jesus
CÚRIA GERAL DA COMPANHIA DE JESUS
3  De Caracas a Roma: entrevista ao novo P. Geral da Companhia de Jesus,
Arturo SOSA
4  Alegria do amor na família
Domingos Lourenço VIEIRA
5  Utopia, há quinhentos anos!
Acílio da Silva Estanqueiro ROCHA
6  O religioso em Manoel de oliveira, Acto da Primavera e Benilde ou a Virgem Mãe
Carlos CAPUCHO
7  A Maternidade de Nossa Senhora na Literatura Portuguesa
Mário GARCIA SJ
8  O Dever dos deveres
Roque CABRAL SJ

Revista Brotéria

Conselho de Direcção e de Redacção

Contacto António Júlio Trigueiros, SJ
Director
Contacto
Contacto António Vaz Pinto, SJ

Contacto
Contacto Vasco Pinto de Magalhães, SJ

Contacto
Contacto Francisco Sassetti Mota, SJ

Contacto

Conselho de Redacção

Contacto Carlos Capucho

Contacto
Contacto Carlos Maria Bobone

Contacto
Contacto Francisco Malta Romeiras

Contacto
Contacto Francisco Sarsfield Cabral

Contacto
Contacto Guilherme d'Oliveira Martins

Contacto
Contacto Henrique Leitão

Contacto
Contacto Joaquim Sapinho

Contacto
Contacto Manuel Braga da Cruz

Contacto
Contacto Margarida Neto

Contacto
Contacto Miguel Corrêa Monteiro

Contacto

Índice Dezembro 2017

 Descarregar PDF

DEZEMBRO 2017 - Qumran e os Manuscritos do Mar Morto: 70 anos depois

«Mas, provavelmente, nem cabra, nem pedra, nem pastor». Foi desta forma que a curadora do Santuário do Livro, a secção do Museu de Israel (Jerusalém) que alberga os manuscritos do Mar Morto, terminou o seu resumo da história da descoberta da primeira das grutas de Qumran.

Ler artigo

NOVEMBRO 2017 - Pobreza e Exclusão social em Portugal

Entre 1993 e 2009 Portugal conseguiu resultados muito significativos na redução das várias dimensões da pobreza monetária. A taxa de pobreza diminuiu 4,7 pontos percentuais, passando de 22,5% em 1993 para 17,9% em 2009.

Ler artigo

OUTUBRO 2017 - Outubro de 1917: o caminho para a utopia

Curiosamente, a Revolução de Outubro foi feita contra a teoria básica evolutiva do marxismo, que previa que as condições revolucionárias objectivas só estavam reunidas nos países completamente industrializados – como a Alemanha, a Grã-Bretanha e a França.

Ler artigo

You are here: Página Inicial